| Biblia

A novidade que Jesus nos trouxe a respeito do seu Reino

O discurso de Jesus se refere às multidões e aos seus discípulos. Sendo que a sua posição é entre o povo (multidões e discípulos dele) e as autoridades do povo (doutores da lei e fariseus). Jesus está desmascarando as atitudes das autoridades injustas.

No Evangelho segundo Mt 23,1-12  Jesus desmascara nossa busca de prestígio da seguinte forma:

O discurso de Jesus se refere às multidões e aos seus discípulos. Sendo que a sua posição é entre o povo (multidões e discípulos dele) e as autoridades do povo (doutores da lei e fariseus). Jesus está desmascarando as atitudes das autoridades injustas. É a partir dessa situação que o povo não irá mais servir aos interesses delas, pois Jesus mostra o novo que a justiça do Reino traz e o que os doutores da Lei e os fariseus pretendem ser os autênticos intérpretes de Moisés: no versículo 2 “Na cátedra de Moisés tomaram assento os doutores da Lei e os Fariseus”.

Assim, em Dt 18,15.18 “Deus garantiu a Moisés que um profeta o substituiria”. Sabemos que os profetas eram pessoas comprometidas com a causa da justiça. Ora Deus prometeu, mas o que apareceu? Apareceram os doutores da Lei e os fariseus, defensores do legalismo, construindo uma religião sem profecia, tal como religião do puro e impuro. Moisés é o protagonista da libertação do povo, pois o combate contra opressor religioso devido o jugo da lei.

De acordo Mt 23,3 Jesus parece irônico: “Por isso vocês devem fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imitem suas ações! Pois eles falam e não praticam”. E ainda, v. 4 “Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los sequer com um dedo”. Ou seja, o povo anda encurvado e oprimido pela religião. Jesus é que liberta desse jugo, pois é contra, todo tipo de opressão que fere a vida do ser humano.

Portanto, Jesus desmascara nossa busca de prestígio. O discurso da religião continua sendo uma palavra profética? Por que muitas pessoas se desinteressam pela religião? Deixemos a Deus exaltar as pessoas, pois somente a “ele compete humilhar quem se exalta e exaltar quem se humilha” (cf. Mt 23,12). 

Autor: Profa. Susana Aparecida da Silva (mestranda em Teologia Bíblica pela PUC/SP).