Dom Paulo Evaristo Arns

Dom Paulo Evaristo Arns (1966 a 1970)

Nomeado em 12 de julho e empossado em 24 de julho de 1966 ficou até novembro de 1970, quando foi nomeado para arcebispo de São Paulo.

Nasceu em Forquilhinha, Criciúma, SC, no dia 14 de setembro de 1921, frade franciscano, décimo sétimo bispo de São Paulo, sendo seu quinto arcebispo e terceiro cardeal. Atualmente é arcebispo emérito de São Paulo.

Filho de Gabriel Arns e Helena Steiner Arns. Foi ordenado presbítero no dia 30 de novembro de 1945, em Petrópolis, por Dom José Pereira Alves, arcebispo de Niterói.

Em 1966, o papa Paulo VI o nomeou bispo auxiliar de dom Agnelo Rossi em São Paulo. Foi Ordenado bispo em Forquilhinha, SC, em 03.07.66.

Atuou como vigário episcopal da Região Norte (Santana), no período de 1966 a 1970. Em Santana começou um trabalho orgânico e integrado com padres, religiosos e leigos, preocupado com a formação permanente do clero e do povo.

Criou a "Missão do Povo de Deus”, passando um tempo em cada paróquia da região com uma equipe para multiplicar os ensinamentos do Concílio Ecumênico Vaticano II.

Dessa missão, surgiram Ministros da Palavra que levaram a "Semana da Palavra", em 8 etapas, para as ruas da arquidiocese, evangelizando a cidade, formando comunidades eclesiais de base (CEBs) e multiplicando grupos de rua.

Lema: Ex Spe in spe (De esperança em esperança!).