| Escola de Formação Fé e Política

A Escola de Formação Fé e Política Dom Paulo Evaristo Arns, da Região Episcopal Santana

O Bioma da Mata Atlântica e a Metrópole com a Assessoria de Nelson Teixeira

Ontem dia 7 de março de 2017, teve início as aulas da com o tema:  O Bioma da Mata Atlântica e a Metrópole com a Assessoria de Nelson Teixeira - advogado ambientalista e presidente do Conselho de Leigos da Região Episcopal Santana, na oportunidade estavam presentes vários Leigos das diversas paroquias da Região, também  contamos com a presença da Mônica Lopes da Rede de Escolas de Cidadania do Brasil  e de  Luiz Henrique Ferfoglia Vice presidente do CNLB-Sul 1 e Diretor da Escola de Fé Política  da Diocese de São José dos Campos e membro da CEFEP · Curso de Formação Política · Dom Helder Câmara · Escolas de Fé e Política. A escola e fruto do projeto do Conselho de Leigos da Região Santana, que em consonância com a Quinta Urgência do 12º Plano de Pastoral: - “Igreja Misericordiosa a serviço da vida plena para todos”. E buscando responder os desafios Pastorais da nossa Arquidiocese item III -Diante das possibilidades e desafios na letra “b” nº 32 que assim diz: “Para evangelizar nas megalópoles, é necessário dar-se conta de que a vida na nossa cidade esta marca com muitas ambivalências e contradições. Por um lado, São Paulo oferece aos seus habitantes muitas possibilidades de desenvolvimento social, crescimento pessoal, de serviços e de oportunidades econômicas, culturais e políticas. Ao mesmo tempo, a grande cidade interpõe muitíssimas dificuldades ao pleno desenvolvimento, principalmente dos mais pobres. Essas ambivalências e contradições provocam sofrimentos lancinantes. A grande Cidade é palco da prosperidade das pessoas, quanto da exclusão de milhares de seus habitantes (cf EG 74). Na metrópole ‘a igreja é chamada a ser servidora de um diálogo difícil. Enquanto há citadinos que conseguem os meios adequados para o desenvolvimento da vida pessoal e familiar, muitíssimos são também os ‘não citadinos’, os ‘meios-citadinos’ ou os ‘resíduos urbanos’”(EG 74).

Com isso a escola tem um papel fundamental para responder a este desafio, junto aos cristãos leigos da nossa região.